quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Rápido

È incrível...
a poucos segundos eu acabei de ouvir sua voz
como eu sempre faço
te liguei e fiquei ouvindo vc dizer
Alo?Alo?Alo?
Eu respirava forte, suspirava e as vezes ria
Para você saber que tinha alguém ali
Porque eu sei q vc sabia que era eu
Mas meu coração bateu tão rápido
Que minha veias arderam com o sangue correndo tão rápido
O fogo na garganta
a dor da sua partida no meu coração
dessa pobre menina
pobre poeta incompreendida
você deixou doloridas cicatrizes
marcas das compridas lágrimas de sangue
mas foi de propósito?
você teria ou tem ideia do que me causa?
você seria tão egoísta a ponto de...
matar essa pobre poeta que mendiga seu amor??

Nenhum comentário:

Postar um comentário