sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Mesmo não sabendo amar

Eu te amo. Mesmo negando. Mesmo deixando você ir. Mesmo não te pedindo pra ficar. Mesmo não olhando mais nos teus olhos. Mesmo não ouvindo a tua voz. Mesmo não fazendo mais parte dos teus dias. Mesmo estando longe, eu te amo. E amo mesmo. Mesmo não sabendo amar.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

1 ano e 2 meses, 14 meses, 426 dias

Oi, tudo bem? Por onde tem andado? Eu sinto sua falta sabia?, estou pensando em te escrever uma carta. Sabia que hoje faz 1 ano e 2 meses que estou sem você? Tem ideia do quanto isso ta doendo? Você sabia que é o único e que meu sonho ainda é te reencontrar?
Hoje tentei viver o dia, como sempre faço, lutando pra suportar cada hora, mas é difícil tirar da cabeça que dia é hoje. As cicatrizes ainda estão aqui, e eu ainda te amo. Mas querido, por onde andas? Essa saudade esta me destruindo, numa dor entorpecente, que quando percebo já é forte demais. Sabe, hoje estava andando pela rua e vi um menino parecido com você (que coincidencia né? Justo hoje), parei e fiquei olhando, quase fui falar com ele.
Você esta em cada batida do meu coração, em cada pensamento, em cada momento. Ainda me lembro do brilho dos seus olhos de ouro, do seu cabelo castanho e de sua pele macia, da sua segurança e do seu calor, da aura de força que o cercavam. Dói muito lembrar de você, mas mesmo assim não te quero esquecer, e nem poderia. Eu ainda morreria por você, eu ainda faria de tudo para te ver sorrir, eu te amo, ok? E eu juro, por tudo que amo, pela minha vida, que vou ver-te novamente.~
São 21:21, e há 426 dias atrás eu logo diria adeus, E EU DARIA MINHA VIDA PARA VOLTAR NAQUELE MOMENTO.
Te amo meu precioso.

sábado, 13 de agosto de 2011

Coisas que eu nunca pensei

Acompanhada pela doce nostalgia
Acolhida como uma velha amiga
Eu sabia que o tempo passaria
Parando sempre ao anoitecer
Mas nunca pensei que ficaria
Sozinha depois de tudo acontecer
Eu nunca pensei que choraria
Ao lembrar do seu sorriso
Eu nunca pensei que viveria
Sem a razão da minha existencia
Eu nunca pensei que suportaria
Viver sem a minha essência
Eu nunca pensei que precisaria
Sorrir quando eu queria chorar
Eu nunca pensei que desejaria
Morrer só pra te ver sorrir
Eu nunca pensei que conseguiria
Suportar a vida sem te sentir
Eu nunca pensei que morreria
Sem dizer-te que era por ti que eu vivia