quinta-feira, 14 de abril de 2011

Como sorrir?

Talvez seja inveja, olhar as pessoas rindo, sorrindo, juntas e felizes e pensar porque tambem não posso ser feliz? Porque não consigo sorrir? Eu já não sei mais o que quero da vida, não tenho certeza de nada, só de você e que quero encontrá-lo. Mas eu não quero isso para mim, talvez eu nunca tenha dado o devido valor a vida porque nunca realmente me deixei viver, os raros momentos de plena felicidade foram raros, especiais demais, mas passado. Agora não consigo te deixar partir, seguir em frente, estou presa, amaldiçoada, mas qual é a verdadeira verdade? Acho que tenho medo de me deixar se feliz de novo e tudo acabar com um final violento, porque não sei se suportaria. Mas eu quero viver, quero esquecer-te, vejo as pessoas ao meu redor tão... Normais, apenas vivendo, felizes. Com a pessoa amada. Eu quero ser capaz de amar aos outros tambem, quero esquecer-te para sempre, mas te amo, como poderia?
"Parecia que se passara muito tempo desde que ela realmente olhava para ele. Desde que teve tempo para apreciar como ele era lindo, com seu cabelo preto e olhos verdes como folhas de carvalho. Mas agora ela via, e via sua alma brilhando através daqueles olhos. Isso valia tudo, pensou Elena. Eu não queria morrer; não quero morrer agora. Mas, se fosse preciso, faria tudo de novo.
- Eu te amo - sussurrou ela." A Furia

Um comentário: