terça-feira, 10 de agosto de 2010

Dentro de mim

A dor que eu queria esquecer:
A do adeus
O momento que eu queria eternizar:
O apogeu (o adeus)
Pode parecer confuso
Mas é porque não é fácil tentar descrever o que sinto
As lembranças
Agora são só lembranças
O presente se desmoronou diante dos meus olhos
E virou Passado!
Difícil não lembrar do que nunca se esqueceu
As lembranças que eu tanto guardei estão se apagando
A dor as leva para dentro
Leva tudo que eu tenho
É um buraco negro dentro de mim
Lembrar seu rosto não é como te ver
Era realidade e agora virou lembrança
Eu quero que seja de verdade
Chaga de sonhar com você
Eu quero você aqui do meu lado!!!
Eu desisto enquanto a dor me mata lentamente
Talvez seja melhor assim
Ceder...
Talvez é isso que o destino reservou para mim
Eu perdi tudo que eu tenho
As lembranças não são mais minhas
Mais há algo dentro de mim que ninguém pode tirar
E eu me contento com isso
Porque ninguém pode tirar
O amor que eu sinto por você
É algo que eu possuo e que me possui :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário